Símbolo dos Jogos Olímpicos, a tradição da Chama Olímpica vem da Antiguidade. O fogo era considerado um elemento sagrado e, por isso, gregos mantinham chamas acesas em templos. Em homenagem aos deuses, eram feitas corridas com fogo, e o vencedor ganhava o direito de acender o fogo nos altares.

Os primeiros Jogos Olímpicos foram organizados pelos gregos em 776 A.C., e as edições aconteciam a cada quatro anos, em Olímpia. Para avisar que o período da competição estava se aproximando, mensageiros viajavam pelas cidades anunciando a data. O acontecimento dava início a um tempo de paz entre os povos. Em uma época na qual as guerras eram frequentes, os conflitos ficavam suspensos até o fim dos Jogos Olímpicos. Era a garantia de que os atletas e as pessoas poderiam circular em segurança para assistir e participar. Os gregos pararam de organizar o evento por cerca de mil anos, retornando em 1896, em Atenas.


Na Era Moderna, a edição em Amsterdã, em 1928, foi a primeira a ter uma Pira Olímpica acesa em um dos seus estádios. E o Revezamento da Tocha foi realizado pela primeira vez em Berlim 1936, com a Chama sendo acesa em Olímpia e percorrendo sete países até chegar na capital alemã. Durante a II Guerra Mundial, entre 1939 e 1945, as competições foram suspensas, voltando em Londres, em 1948. De lá pra cá, não houve mais nenhuma interrupção. Os Jogos são realizados de quatro em quatro anos e, junto com eles, a Tocha Olímpica foi se modernizando, ganhando em cada edição um design diferente, porém sempre com a mesma finalidade: levar o espírito de paz ao país sede dos Jogos.

A Tocha Olímpica Rio 2016 foi desenhada pela agência de design Chelles & Hayashi, de São Paulo, e traz inovações. Produzida em alumínio reciclado, é a primeira que traz um movimento. Sem o gás, ela é toda branca, mas, quando acesa para o famoso “beijo” – momento em que uma Tocha passa a Chama Olímpica para outra –, ela se expande e revela suas cores. O amarelo representa o sol, o verde, as montanhas, e o azul, o mar. A Tocha ainda traz uma representação do Calçadão de Copacabana, ou seja, o chão. Ela pesa entre 1kg e 1,5kg e mede 63,5cm de altura quando fechada e 69cm quando aberta.


Para os Jogos Rio 2016, seguindo o ritual, a Chama Olímpica foi acesa no dia 21 de abril, em frente ao Templo de Hera, na cidade grega de Olímpia, a partir dos raios solares, por uma espécie de espelho côncavo chamado skaphia. E, após percorrer algumas cidades na Grécia, seguiu até a Suíça, para uma cerimônia na sede da Organização das Nações Unidas, em Genebra, e uma visita ao Museu Olímpico, em Lausanne. Só depois ela veio para o Brasil. Desembarcou em Brasília no dia 3 de maio, dando início ao Revezamento da Tocha Olímpica, que irá percorrer, ao todo, 329 cidades brasileiras, encerrando sua saga  no Rio de Janeiro, na cerimônia de abertura dos Jogos, no Maracanã, onde será acesa a Pira Olímpica.