Nas últimas semanas, a Chama Olímpica já voou de balão, desceu de tirolesa, fez voo livre, rapel, stand up paddle e até andou de jegue e de Maria Fumaça. Ao todo, serão 20 mil quilômetros de estrada, 10 mil milhas aéreas, 329 cidades – incluindo todos os estados e o Distrito Federal – e 12 mil condutores representando o povo brasileiro. Esses são os grandes números do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, mas poucos sabem como funciona, em detalhes, o megaevento itinerante que mobiliza cidades Brasil afora.

Para a Chama Olímpica chegar a cada canto do país, há uma equipe de quase 400 pessoas envolvidas na estrada, seja do Comitê Organizador, da Coca-Cola Brasil ou dos demais patrocinadores. Muitos sem retornar para casa nos 95 dias de Revezamento. Há um comboio de carros e caminhões e uma logística gigantesca para que tudo aconteça conforme o previsto.

Cada cidade tem sua peculiaridade. As menores param para ver o Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, decretam, inclusive, feriado local para a população assistir à Tocha passar. Estar na rota de um evento mundial representa muito para esses cidadãos, que querem aproveitar cada segundo, tirar foto, acompanhar os condutores e correr (correm mesmo!) atrás, ao lado, da forma que conseguirem para acompanhar o morador (muitas vezes conhecido) no momento de condução da Tocha Olímpica. Não raro, é o momento mais marcante da história da cidade.

O clima é diferente nas cidades maiores, mas não falta animação. Onde há condutores da Coca-Cola Brasil, por exemplo, um carro de ativação passa antes pelas ruas avisando que ali será o caminho da Chama Olímpica. São distribuídos brindes, Coca-Cola gelada e há muita interação com o público, música e brincadeiras.

Na hora de conduzir, o ‘beijo da chama’

Conduzir a Chama não é simples. O escolhido chega cedo ao ponto de encontro para receber o uniforme e orientações de como serão aqueles 200 metros de emoção, incluídos aí todos os cuidados necessários. Eles saem juntos em um ônibus da Rio 2016 que os deixa no ponto exato onde seu percurso será iniciado. São rápidos minutos de fama, muitos querem tirar foto enquanto o condutor espera o famoso ‘beijo da chama’ – momento no qual a sua Tocha será acesa por outra.

Mais de cem vezes por dia

Logo em seguida, vêm os caminhões dos patrocinadores com música, locutores e muita animação. Os promotores dançam, cantam, preparam o público para iniciar a festa. E, minutos depois, surge a Chama acesa, escoltada por integrantes da Força Nacional de Segurança, nas mãos de outro condutor. É quando acontece o beijo da chama e o início dos 200 metros, intensos para aquele que carrega o símbolo olímpico. Esse ritual se repete mais de cem vezes durante o dia nas diversas ruas da cidade em que a Tocha estiver. E, assim que o condutor termina o percurso, é encaminhado para um ônibus da organização. O gás é retirado por segurança, e a Tocha é colocada em um suporte apropriado para esfriar.

Celebrações

Normalmente o Revezamento passa por mais de uma cidade por dia. São 82 municípios classificadas como "dormitórios", onde todo o comboio faz uma pausa. Nesses locais acontecem shows com música, dança e acendimento da pira. A Coca-Cola Brasil também tem um espaço de interação com o público, onde são distribuídos brindes e bebidas. Quem quiser pode, também, tirar fotos com a Tocha Olímpica. E, no palco, a Coca-Cola Brasil promove um duelo de DJs que interagem e aquecem o público para a chegada da Chama.

O ritmo do Revezamento que viralizou na web

“Minha vida é andar por este país / pra ver se um dia descanso feliz / guardando as recordações, das terras onde passei / andando pelos sertões e dos amigos que lá deixei”. A música oficial do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 chamou a atenção em um vídeo que virou sucesso nas redes sociais, com milhões de visualizações. Enquanto o tenente-coronel Francisco Cantarelli, de 39 anos, conduzia a Tocha em Caruaru, Pernambuco, os agentes da Força Nacional o acompanharam cantando a música de Luiz Gonzaga, "A Vida do Viajante". A cantoria, no entanto, se repete sempre que o símbolo dos Jogos Olímpicos é conduzido por um integrante da Força Nacional.

A Chama e a Skafia

A Chama é única. Foi acesa na Grécia – como na Antiguidade – por uma Skafia: um espelho côncavo que converge os raios solares. Isso garante a pureza do fogo. Uma vez acesa, só se apaga na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos.

Depois da cerimônia em Olímpia, na Grécia, a Chama percorreu algumas cidades gregas, passou pela Suíça, onde foi exposta no Museu Olímpico e visitou a sede da ONU. Só depois desembarcou em Brasília, no dia 3 de maio, para o início do Revezamento.

A Chama viajou de avião e foi transportada em lamparinas, protegida pelos “guardiões da chama” – pessoas responsáveis para garantir que o símbolo não apague. Ao todo, são seis lanternas de segurança.

A Tocha Olímpica Rio 2016 é projetada para não se apagar. Passou por testes de vento, chuva, temperatura entre outros. Mas, por segurança, dois guardiões correm ao lado dos condutores. O fogo aceso dura em média 18 minutos. Caso se apague, os guardiões estão atentos para acendê-la novamente com a chama original, guardada na lanterna de segurança.

A Coca-Cola Brasil no Revezamento

A Coca-Cola é a patrocinadora mais antiga dos Jogos Olímpicos, desde 1928, em Amsterdã. E esta é a 11ª participação da marca no Revezamento da Tocha Olímpica, parceria que começou nos Jogos de Barcelona, em 1992.

O projeto da Coca-Cola Brasil para a edição Rio 2016 foi planejado por dois anos. São quase 300 pessoas envolvidas, 89 delas fixas na estrada, durante todo o trajeto da Tocha. No comboio, a equipe Coca-Cola Brasil conta com uma frota de 19 veículos, entre carros de ativação, ônibus, caminhões e carros de apoio.

E, durante o Revezamento, a Coca-Cola Brasil irá desenvolver a maior operação de distribuição da história da marca no Brasil – com a entrega de 1,3 milhão de produtos. Para isso, foram criadas edições especiais de Coca-Cola e Coca-Cola Zero nas embalagens minilata e mini PET (250ml). As novas embalagens têm cor dourada, referência aos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Urso da Coca-Cola dá carona para youtubers no Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016