A preparação para uma entrevista de emprego começa bem antes de o candidato sair de casa. Segundo a gerente sênior de Aquisição de Talentos da América Latina na The Coca-Cola Company, Alessandra Nogueira, é recomendável que o profissional estude o perfil da empresa, analise as próprias conquistas e reflita sobre sua carreira antes de sentar-se para conversar com um entrevistador. Essas são apenas algumas dicas da especialista em recrutamento, que separou orientações para quem quer um bom resultado no primeiro encontro com o recrutador.

1. Pratique

Tente alguns exercícios de preparação para a entrevista. Estude quais são as competências necessárias para o cargo e pense em histórias reais de sua carreira que ajudarão a demonstrar que você tem essas habilidades. Que realizações profissionais você tem para contar? Se, por exemplo, a vaga é para um cargo de negócios, o candidato pode expor situações que mostrem sua capacidade de resolver problemas, de pensar estrategicamente etc.

2. Trabalho em equipe

Dentro de uma empresa, a capacidade de trabalhar em equipe é uma das competências mais relevantes. Dê exemplos de como você já trabalhou de maneira colaborativa com clientes, equipe e outras partes interessadas.

3. Seja transparente

Ao responder sobre o motivo do desligamento da última empresa, é melhor ser sincero e explicar o contexto da situação. Mentir ou passar a impressão de que está escondendo os fatos é a pior opção.

4. Na ponta da língua

Avalie corretamente seu nível de fluência nos idiomas. Se o candidato diz que fala inglês ou espanhol fluentemente, o recrutador pode querer fazer a entrevista na língua estrangeira. Então esteja preparado para demonstrar sua habilidade.

5. Comportamento profissional

Atenção à linguagem: use um padrão de comunicação formal, sem palavras vulgares. Também não é preciso criar uma intimidade excessiva com o recrutador. Lembre-se de que você quer transmitir uma mensagem profissional.

6. Primeira impressão

Pense na roupa como a primeira impressão que você causa. Você quer passar a ideia de profissionalismo, então o visual precisa estar adequado ao ambiente de trabalho. Há ambientes muito formais, outros menos. Busque estudar o que é usual na empresa.

7. Demonstre interesse

A entrevista também é uma oportunidade para o candidato tirar suas dúvidas sobre a empresa ou a função que pode vir a exercer, portanto, perguntas são bem-vindas. O profissional que está entusiasmado e estudou a empresa faz perguntas interessantes. Quais são os desafios dessa posição no curto, médio e longo prazos? Há possibilidade de crescimento? Ou de uma carreira internacional? Não é só a empresa que está selecionando o profissional, mas também o candidato que está selecionando a companhia.

8. Cobrança na medida certa

O momento posterior à entrevista é importante. Cobrar a resposta cedo demais ou insistentemente pode gerar desconforto. Se o recrutador disser que entrará em contato em duas semanas, não há por que mandar um e-mail no dia seguinte. Porém, se o prazo dado já estiver estourado, cai bem perguntar se a escolha foi feita, pois demonstra interesse pela vaga.