Você sabia que milhares de pessoas no mundo colecionam lembranças da Coca-Cola? Com frequência me perguntam o que mudou na comunidade de colecionadores nas últimas décadas, e a resposta óbvia é que o eBay e o Facebook tornaram global o hábito de colecionar. Uma rápida busca no Facebook revela milhares de fãs que apresentam listas de garrafas e outros itens para negociar ou vender, e o mesmo vale para o eBay.

Com esse alcance global, e a paixão das pessoas por Coca-Cola, não é surpresa alguma ver o hobby se espalhando pelo mundo. Este ano, tive a felicidade de apoiar a exposição itinerante Coca-Cola Bottle Art Tour, em que pude me encontrar com membros de vários de nossos clubes internacionais de fãs colecionadores. Gostaria de contar algumas histórias aqui. 

A World Expo 2015 aconteceu em Milão, na Itália, e a Coca-Cola teve um pavilhão fantástico, visitado por centenas de milhares de pessoas entre maio e outubro. Organizamos uma exposição de arte pop focada no centésimo aniversário da garrafa de Coca-Cola. Em outubro, um grande grupo de colecionadores italianos foi convidado para um evento especial no pavilhão. Nossa equipe italiana convidou um conhecido DJ local, La Pina, para ser anfitrião do evento. Tivemos duas horas de perguntas e respostas e compartilhamos histórias sobre coleções, valores de objetos e alguns dos itens mais procurados no mundo. 

Fiquei feliz por conhecer Davide Andreani, que tem mais de 20 mil latas e é citado no livro “Guinness world records”! Ele foi mordido pela mosca do colecionamento aos 13 anos e saiu pelo mundo procurando latas e garrafas que não tinha.

Quando a Coca-Cola Art Bottle Tour visitou Manila, nas Filipinas, em outubro, pude participar da abertura oficial da exposição. Como parte dos eventos de inauguração, doamos alguns materiais a um leilão silencioso para arrecadar dinheiro para a Coca-Cola Philippine Foundation. 

Convidamos o Clube de Colecionadores de Coca-Cola filipino para uma pré-estreia da exposição e, em seguida, para fazer ofertas para os itens do leilão. Depois, encontrei-me com membros do clube para discutir os tipos de material que eles queriam colecionar. Eles são apaixonados pela marca, por seus anúncios e por garrafas comemorativas. Um dos colecionadores tinha até uma tatuagem no formato de uma garrafa de Coca-Cola! Randy Caluag, secretário do Clube de Colecionadores de Cola-Cola filipino, pintou à mão uma garrafa de Coca-Cola no estilo Andy Warhol de um lado e um retrato meu do outro lado. O resultado ficou bem louco, e um dos itens mais interessantes que já recebi de presente! O leilão terminou arrecadando mais de US$ 2 mil para a fundação e 12 mil pessoas visitaram a exposição, portanto foi um enorme sucesso. 

Semanas atrás, participei da abertura da Bottle Art Tour em Bangcoc. Pude conhecer fãs de Coca-Cola da Coreia do Sul e da Tailândia. O Clube de Coca-Cola tailandês organizou sua primeira feira de colecionadores. Fiquei feliz por estar ali e surpreso por ver que, na verdade, era uma feira de toda a região, já que mais de uma dúzia de colecionadores foi da China de avião para participar! Foi ótimo ver alguns anúncios históricos, produzidos localmente, e uma grande variedade de embalagens que não vemos nos EUA. O clube tailandês também fez um leilão beneficente e arrecadou mais de US$ 1.500 para a Cruz Vermelha.

Um grupo de dez superfãs da Coreia foi convidado para a abertura da exposição e teve direito a uma pré-estreia. Pude me encontrar com o grupo depois de sua visita para responder a perguntas sobre Coca-Cola e posar para fotos. Naniya, uma superfã, tem um blog fascinante em que mostra suas fotografias e desenhos autorais. Sua arte é linda e dá uma ótima perspectiva da exposição do ponto de vista de um visitante. Ela chegou a fazer uma caricatura minha que está em meu perfil no Facebook.

Para mim, as visitas a esses países e os encontros com colecionadores e fãs do mundo inteiro confirmaram mais uma vez que a popularidade do hábito de colecionar Coca-Cola continua viva e está crescendo! 

Também pude perceber motivos pelos quais as pessoas colecionam nossas marcas. Como somos uma das companhias verdadeiramente globais do mundo, muitas pessoas com as quais conversei cultivam suas coleções porque isso faz com que elas se sintam parte de uma comunidade mundial. Notei a capacidade da internet de reunir pessoas de maneiras novas e especiais. É muito fácil ficar amigo de colecionadores no Facebook e se tornar parte dessa comunidade global. 

Ted Ryan é diretor de Comunicações e Legado da The Coca-Cola Company.