Terça-feira, 8 de julho de 2014. O Brasil era eliminado da Copa do Mundo FIFA™ pela Alemanha, no Mineirão, por 7 a 1. Um trauma inesquecível só comparável ao "maracanazo" de 1950. Quem viveu sabe como era difícil descrever aquele sentimento. Estavam todos com um nó na garganta. Com essa atmosfera pairando nas ruas e redes sociais, a equipe de Real Time Marketing da Coca-Cola captou a mensagem e criou rapidamente o tal do nó, imediatamente compartilhado Brasil afora com tremendo sucesso e exibido aqui embaixo:

Nó na garganta

O post que marcou a operação de marketing nas redes sociais da Coca-Cola em 2014 foi lembrado dois anos depois, na última sexta, durante a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Como a imagem no nó na garganta ainda era viva na cabeça de muita gente, a equipe comandada pela diretora de Comunicação Integrada de Marketing da Coca-Cola, Adriana Knackfuss, decidiu dar sequência à história e também prestar uma homenagem à equipe de 2014. Desta vez, sem o sentimento amargo da derrota acachapante. Pouco antes da abertura dos primeiros Jogos Olímpicos da América Latina, a ansiedade era alta, um sentimento primo do nó na garganta. Por quê, então, não usar o mesmo canudo? Mas agora, em vez de nó, havia um coração na boca:

Coração na boca

Diretor de Real Time Marketing da Coca-Cola, Rafael Prandini conta que foram feitas análises na tentativa de "ouvir" o sentimento mais presente no país antes da abertura. "Buscamos essas emoções a partir dos nossos instrumentos. Concluímos que o sentimento era o da ansiedade. Então nosso primeiro conteúdo de Real Time foi esse. Quando você está ansioso, fica com o coração na boca. E fizemos isso com o canudo de novo", explica. 

Como tudo estava indo bem na cerimônia, a equipe de Real Time publicou logo depois um conteúdo sobre tolerância, que tem grande valor para a companhia de modo geral. A união torna possível um encontro do tamanho de uma abertura de Jogos Olímpicos com mais de 200 delegações de países. Diferentes mãos se juntam com uma tampinha:

O terceiro e último conteúdo da noite foi ligado sentimento de enorme orgulho do país, satisfeito de modo geral com tudo o que assistiu pela televisão ou vivo no Maracanã. "De uma sensação de tristeza que ficou na eliminação da Copa para o orgulho que transbordava com aquela belíssima cerimônia", conta Prandini, em referência a este post:

Todo o conteúdo de Real Time Marketing da Coca-Cola pode ser acompanhado nos seguintes endereços:

facebook.com/cocacolabr

twitter.com/cocacola_br

instagram.com/cocacola