Quando você estiver lendo este texto, não importa o horário, certamente já terá feito uma série de escolhas. E até a hora de dormir, fará outras tantas. Muitas delas passam por sua sede: refrigerante, néctar, suco, café, água mineral… São tantas opções de bebida ao longo do seu dia que, talvez, você não tenha parado para pensar que muitas delas são oferecidas pela Coca-Cola Brasil. A nova campanha corporativa pretende mostrar que a companhia tem um produto para cada tipo e tamanho de sede, que seu amplo portfólio de produtos respeita os diferentes gostos, necessidades, desejos e momentos das pessoas.

“O que é importante para o consumidor é importante para a Coca-Cola Brasil. Vamos promover produtos que, no imaginário do público, ainda não estão ligados à Coca-Cola Brasil. E, por isso, cada vez mais estamos inovando e trabalhando para que tenhamos produtos que atendam às diferentes necessidades do consumidor”, diz Alessandra Issa, gerente de Comunicação da empresa.

No fim de 2015, a Coca-Cola Brasil apresentou sua linha de bebidas em uma ampla campanha corporativa. Nesta segunda fase, “Escolhas”, a empresa reforça ao público essa característica e vai além: “Queremos enfatizar que oferecemos e incentivamos as escolhas”, destaca Alessandra.

Mas por que é importante para a Coca-Cola Brasil ter tantos produtos no portfólio? A resposta passa por uma empresa especialista em bebidas, que se preocupa e acompanha as demandas e mudanças do consumidor.

‘Valorizamos o que é importante para o consumidor’

“A campanha é 100% nacional e foi criada aqui para este momento da marca no Brasil e do consumidor”, conta Ana Deccache, diretora de contas da Artplan Rio, agência que criou a campanha.

O público não estará diante de uma campanha publicitária para lançar um produto no mercado, destaca Rafael Salles, da área de Comunicação Corporativa da empresa: “O principal objetivo da é mostrar que valorizamos o que é importante para o consumidor”, enfatiza.

De âmbito nacional, a campanha conta com uma peça publicitária para mídia impressa e digital e um filme de 30 segundos, que será exibido na televisão e em redes sociais. Salles ressalta que o filme é dividido em duas partes: “No primeiro momento, falamos apenas sobre escolhas em geral para fazer uma conexão emocional com o consumidor. Na segunda parte, apresentamos nossos produtos e mostramos como a Coca-Cola Brasil pode atender a demandas de escolhas do consumidor. Também estamos destacando nas redes sociais os diferentes produtos do portfólio da empresa”.

Néctares e sucos Del Valle, Matte e Café Leão, água mineral Crystal, bebidas esportivas Powerade, refrigerantes Sprite, Fanta, Kuat e, claro, Coca-Cola, todos com versões de baixa caloria, são algumas das opções. Mas o tamanho da sede também faz toda a diferença na hora de decidir o que beber.  “Uma pessoa sozinha pode escolher uma garrafinha de 250 ml. Se ela estiver em uma festa ou um almoço de família, pode optar pela Coca-Cola de 2 litros”, pontua Alessandra.

Por isso mesmo, a Coca-Cola Brasil está acrescentando novos produtos ao seu portfólio e diversificando o tamanho das embalagens. Para falarmos apenas do refrigerante Coca-Cola, foram lançados este ano no Brasil os sabores Cherry (cereja) e Vanilla (baunilha).

“O consumidor só encontrava os sabores cherry e vanilla em outros países. Nossa ideia inicial era que ficassem no mercado brasileiro por um curto período. Mas fizeram sucesso e vamos manter os sabores por mais tempo. A Coca-Cola de 1 litro em embalagem de vidro é aposta para o Natal. A garrafa fica muito bonita em uma mesa de festa”, aponta Alessandra.

E agora? Já escolheu o que vai beber depois de ler essa reportagem?

Leia mais sobre a nova campanha da Coca-Cola Brasil:

A escolha entra em cena: com equipe de 72 pessoas, comercial para a nova campanha da Coca-Cola Brasil foi filmado em três locações de Curitiba

Qual produto combina com seu momento? Novas embalagens ampliam opções de escolha para o consumidor

“As escolhas têm o tamanho do mundo”: leia a crônica de Aydano André Motta

Texto produzido por Ecoverde Conteúdo Jornalístico