Beber um refrigerante, suco ou até mesmo um cafezinho e, de quebra, colaborar com trabalhos sociais espalhados pelo país. Uma boa ideia, não? Isso será possível entre os dias 12 e 18 de dezembro, na Semana do Movimento Coletivo Coca-Cola Brasil. Durante esses dias, parte das vendas dos nossos produtos será revertida para mais de 400 parceiros do Instituto Coca-Cola Brasil, uma organização sem fins lucrativos que atua no desenvolvimento socioeconômico de comunidades de baixa renda.

Todos os produtos do portfólio fazem parte da ação, aí incluídos chás, refrigerantes, água, café, néctares e sucos, bebidas esportivas e lácteos. A proposta é estimular o consumidor a contribuir com iniciativas de capacitação e transformação social. O valor será destinado às organizações ligadas à Plataforma Coletivo, meio pelo qual o trabalho do Instituto Coca-Cola Brasil entra em ação. No período entre 2010 e 2015, a plataforma já impactou mais de 130 mil pessoas, em cerca de 150 municípios.

Coletivo Jovem

Dona Nerina, Lorena, Neilton e Doralice fazem parte da história do Instituto Coca-Cola Brasil
 


Programas como o Coletivo Jovem buscam desenvolver não só competências técnicas, mas também autoconfiança, proatividade e protagonismo dos participantes. Como aconteceu com Doralice da Silva Santos, que vai prestar vestibular para enfermagem no próximo ano e conseguiu seu primeiro emprego, em uma farmácia, com auxílio do Coletivo Jacintinho, em Maceió. “Eu fui confiante para o processo de seleção por causa do que aprendi no Coletivo. Foi disputado, mas passei!”, conta.

Conheça também as histórias da jovem Doralice Santos, da publicitária Lorena Couto, do ex-educador Neilton Santana e de Dona Nerina, parceira do Instituto. Para saber mais, acesse a página do Instituto Coca-Cola Brasil.