Acreditamos que a força e a sustentabilidade do nosso negócio estão diretamente relacionadas ao desenvolvimento das comunidades nas quais operamos. Nossas prioridades de investimento social refletem a natureza global e local do negócio e se concentram em áreas onde podemos fazer a diferença de forma única e sustentável.

Instituto Coca-Cola Brasil

Criado em 1999, o Instituto Coca-Cola Brasil tem como missão promover a transformação socioambiental do País, em larga escala, potencializada por seus parceiros e pelo Sistema Coca-Cola Brasil. Os programas do Instituto já impactaram mais de 130 mil pessoas em mais de 400 comunidades do País.

Cabe ao Instituto Coca-Cola Brasil realizar a gestão, a implementação e o monitoramento do Coletivo Coca-Cola. Os principais avanços dos últimos dois anos, foram o refinamento e a construção da tecnologia social da instituição, que permite a elaboração e operação de programas com maior escala. Um dos principais desafios é compartilhar essa tecnologia com outras organizações. A fim de garantir os impactos positivos gerados nas comunidades, o instituto conta com equipes de campo dedicadas em cada região de atuação.

Entre 2013 e 2015, duas importantes parcerias foram firmadas. Uma com o Fundo Multilateral de Investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para reforçar os impactos positivos do Coletivo Coca-Cola, por meio de um aporte de US$ 16 milhões e outra com a ONU Mulheres para fortalecer nossos esforços no empoderamento feminino. Além de visar à geração de renda e autoestima, incorporamos a perspectiva de igualdade de gênero e direitos humanos nos processos de formação de diferentes Coletivos (Reciclagem, Empreendedorismo e Varejo), com o objetivo de sensibilizar tanto as mulheres quanto os homens sobre esses temas-chave.

Nossas principais ações com foco nas comunidades são realizadas por meio da plataforma Coletivo Coca-Cola, que promove novas oportunidades econômicas, empoderando os moradores, por meio da geração de renda, acesso a mercados formais e valorização da autoestima. Com mais de 430 unidades em operação, em cerca de 170 cidades, gera impacto social, principalmente, na sua conexão com a cadeia de valor. Ao longo dos últimos dois anos, a plataforma manteve a mesma estrutura, com sete modalidades:

  • Coletivo Varejo
  • Coletivo Logística e Produção
  • Coletivo Empreendedorismo
  • Coletivo Excelência em Eventos
  • Coletivo Reciclagem
  • Coletivo Artes
  • Coletivo Floresta


Índice de Progresso Social

A Coca-Cola Brasil lançou em conjunto com a Natura, durante o I Seminário Internacional Índice de Progresso Social, em Manaus, um mapeamento social inédito de comunidades da Amazônia brasileira: o IPS Comunidades. O indicador foi desenvolvido e implementado a partir da metodologia do Índice de Progresso Social, concebido pelos pesquisadores americanos Michael Porter e Mark Kramer. A pesquisa inova ao utilizar dados primários para mensuração do desenvolvimento socioambiental no âmbito local. A partir do diagnóstico elaborado no contexto da rede #Progresso Social Brasil, empresas, órgãos governamentais, ONGs e movimentos sociais poderão alinhar os esforços de investimento na região. Dessa forma, as empresas poderão colocar seus negócios a serviço do desenvolvimento local e da geração de valor compartilhado, focados nas necessidades reais da população.

A localidade escolhida foi o Médio Juruá, que compreende mais de 50 comunidades ribeirinhas situadas às margens do Rio Juruá, no município de Carauari, no Amazonas. Já estamos presentes na região, assim como a Natura, com projetos que fomentam cadeias de fornecimento sustentáveis de ativos da biodiversidade local.