• Del Valle Reserva Açaí+Banana chega ao mercado com os benefícios
  • Coletivo Floresta irá estimular o desenvolvimento das comunidades extratoras, dando assistência técnica e promovendo o acesso a uma
  • Projeto de valor compartilhado gera lucro para a empresa e impacto nutricionais do açaí cadeia de preço justo social para as populações ribeirinhas no Amazonas

Uma bebida com os benefícios nutricionais das superfrutas e, ao mesmo tempo, um projeto inovador para desenvolver a cadeia de valor do açaí produzido por comunidades extrativistas do Amazonas. Del Valle Reserva Açaí+Banana, lançamento da Coca-Cola Brasil, alia essas duas propostas numa única embalagem, ao trazer para o mercado a linha especial de néctares de Del Valle. A entrada da empresa no crescente segmento de superfrutas – definidas pela alta concentração de nutrientes –, por meio do selo Reserva, vem acompanhada da criação do Coletivo Floresta, que irá trabalhar com os extratores de açaí em ações geradores de renda, com foco no bem-estar social e cultural da comunidade, e na conservação da biodiversidade da Floresta Amazônica.

O projeto é uma parceria da Coca-Cola Brasil com o governo do Estado do Amazonas. Através de um termo de cooperação entre a empresa e o estado, foram firmados 10 princípios que vão reger o relacionamento com as comunidades extratoras, com o objetivo de preservar a cultura e o meio ambiente, e contribuir para seu desenvolvimento sustentável. O termo foi endossado por 16 instituições empresariais e não-governamentais, entre elas, a agência de implementação da cooperação alemã para o desenvolvimento, a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ).

O néctar chega ao mercado em embalagens Tetra Pak de 1 litro e de 250 ml, com imagens que remetem à origem do açaí. Ideal para o consumo no café da manhã e nas primeiras horas do dia, Del Valle Reserva traz os benefícios nutricionais do açaí, fonte de zinco e magnésio, que ajudam na obtenção de energia, e a polpa da banana, que adoça naturalmente a bebida, reduzindo a adição de açúcar. São 92 calorias por 200 ml.

“Com esse lançamento, marcamos nossa entrada no segmento de superfrutas, com uma bebida que é fonte de nutrientes e que utiliza o açaí extraído da floresta”, define o vice-presidente de Novas Bebidas, Sandor Hagen. “O mercado de néctares e refrescos é um dos que mais crescem na indústria de bebidas, até porque é bastante novo no país. Acreditamos que as inovações nessa categoria vão colaborar nesse crescimento”.

Del Valle Reserva foi desenvolvido no laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento da Coca-Cola no Rio de Janeiro, responsável pelo desenvolvimento de novas bebidas para toda a América Latina. É um dos cinco centros de pesquisa avançada da Coca-Cola em todo o mundo, além de Bélgica, Japão, China e Estados Unidos.

“A Coca-Cola Brasil trabalha para ampliar o leque de opções de bebidas prontas para o consumo, criando cada vez mais alternativas práticas que proporcionem hidratação e bem-estar. E a inovação trazida por Del Valle Reserva Açaí com Banana ao modelo de negócio da empresa espelha nossa visão e nossos valores”, diz o vice-presidente de Comunicação e Sustentabilidade, Marco Simões. “É um produto que traz benefícios nutricionais e é sustentável do início ao fim de sua cadeia”.

COLETIVO COCA-COLA: UM JEITO NOVO DE FAZER NEGÓCIOS 

O Coletivo Floresta irá atuar em três frentes: estimular o empoderamento das comunidades, dar assistência técnica e promover o acesso a uma cadeia de preço justo. O projeto está sendo desenvolvido num processo inovador de cocriação com a comunidade, respeitando a cultura e tradições locais.

As primeiras unidades do Coletivo Floresta serão instaladas nos municípios de Manacapuru e Carauari, onde se localizam agroindústrias credenciadas pela Coca-Cola Brasil, dentro dos critérios internacionais de qualidade da empresa. Um time local irá auxiliar na articulação de parcerias, na assistência técnica e na integração da cadeia de valor, além de liderar e implementar treinamentos sobre cidadania e workshops nas comunidades. No primeiro ano, a expectativa é impactar diretamente 600 famílias extrativistas e, indiretamente, 1.200, em cerca de 50 comunidades.

“Este é um projeto de valor compartilhado. Ao desenvolvermos a região e incluirmos o produto em nosso portfólio, vamos conseguir atingir dois objetivos: gerar lucro e transformação social, além de entregar para nossos consumidores um produto de alta qualidade”, afirma a diretora de Negócios Sociais, Claudia Lorenzo. O lançamento do programa Coletivo Floresta consolida o posicionamento de Coca-Cola Brasil como empresa fortemente comprometida com sustentabilidade e desenvolvimento econômico na região. “Mais do que um produto, temos uma boa causa por trás dele. Ao tomar Del Valle Reserva Açaí com Banana, o consumidor vai fazer a diferença para muitas pessoas na cadeia de valor do açaí extraído do Amazonas”, diz ela.

Para atingir os objetivos, a Coca-Cola Brasil vai contar com a expertise da plataforma Coletivo Coca-Cola, presente em 150 comunidades em todo o Brasil, que já impactou, desde 2009, mais de 100 mil pessoas através de sete diferentes modelos. Trata-se de um dos mais ambiciosos programas de valor compartilhado (criação de valor econômico para a empresa a partir da geração de benefícios para a sociedade) propostos pela iniciativa privada no país.

SOBRE A COCA-COLA BRASIL

O Sistema Coca-Cola Brasil é o maior produtor de bebidas não alcoólicas do país e atua em sete segmentos – águas, chás, refrigerantes, néctares, energéticos, bebidas esportivas e lácteos – com uma linha de mais de 125 produtos, entre sabores regulares e versões de baixa caloria. Composto por 10 grupos parceiros de fabricantes, o Sistema emprega diretamente 66 mil funcionários, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos. Em 2015, o total investido na operação no Brasil será de R$ 2,7 bilhões, reforçando a continuidade do compromisso da Coca-Cola Brasil com o país:

entre 2012 e 2016, terão sido investidos R$ 14,1 bilhões, valor 50% superior ao dos cinco anos anteriores. O Sistema Coca-Cola Brasil está empenhado em incentivar iniciativas que apoiem um estilo de vida ativo e saudável e que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades em que opera. Para isso, conta com uma plataforma de valor compartilhado, o Coletivo Coca-Cola, que já impactou a vida de mais de 100 mil pessoas por meio de toda a cadeia de valor da empresa.