O aspartame é seguro para todos os grupos populacionais, com exceção das pessoas com fenilcetonúria, que não podem consumir fenilalanina.

O aspartame é seguro para todos os grupos populacionais, incluindo crianças, pessoas com diabetes e mulheres grávidas ou amamentando. A única exceção são as pessoas nascidas com uma desordem genética rara chamada fenilcetonúria (PKU), que devem restringir severamente a ingestão do aminoácido fenilalanina porque não conseguem metaboliza-lo.

Essas pessoas precisam evitar todos os alimentos que contêm este aminoácido e não só o aspartame, como carnes, leite e derivados, suco de laranja e tomate. Por este motivo, a maioria dos países exige em suas normas regulatórias que produtos alimentícios e bebidas que contêm aspartame apresentem no rótulo um alertasobre a presença de fenilalanina. Os produtos da Coca-Cola Brasil que contêm aspartame trazem no rótulo esta informação.

Se ainda quiser saber mais sobre aspartame, clique no link:
http://beverageinstitute.org/brazil/article/aspartame-safety-adi-metabolism-estimated-intakes-and-common-concerns/