A empresa Coca-Cola Brasil respeita as leis do país e todos os produtos passam por um rigoroso controle de qualidade.

Os rumores de que os refrigerantes causaram a internação de pessoas no Hospital das Clínicas de São Paulo são falsos.

Nenhum dos profissionais citados tem registro nas instituições que aparecem na mensagem. As substâncias "fenofinol ameido" e "voliteral", apontadas como a causa das internações, também não existem.

Seja amigo da informação. Não espalhe boatos.