O vídeo com cenas eróticas que circulou na internet, supostamente como um comercial de Sprite na Alemanha, não foi produzido ou autorizado pela The Coca-Cola Company, nem por nenhuma de suas marcas.