Toda forma de amor, e de declaração de amor, vale a pena. Se for criativa, melhor ainda! Vale bilhete escondido na bolsa, uma visita surpresa, um jantar especial... E, por que não, uma garrafa de Coca-Cola com uma mensagem caprichada? O mineiro Lucas Machado e a paulista Kharin Schwartz não pensaram duas vezes quando descobriram que é possível customizar suas próprias garrafinhas pela internet. Mas as mensagens, nos dois casos, iam além de simples declarações: eram pedidos de casamento. Ou, uma pressão de leve para que o sim virasse de fato realidade.

“Eu já havia feito o pedido em uma outra oportunidade, mas a gente não dava início aos preparativos. Então vi a garrafinha na internet, comprei e enviei para ela de surpresa: ‘Shis, casa comigo?’ E aí tudo começou a andar”, conta o biólogo, de 34 anos, cuja história com a enfermeira Shisterriane de Souza, 34, parece coisa de novela.

Isso porque os dois, que moram em cidades diferentes — ela, em Belo Horizonte, e ele, em Brasília — se conheceram, há cerca de três anos, num encontro “armado” pela avó de Lucas. A senhora, na época com 95 anos e residente da instituição para idosos em que Shis trabalha, descobriu que a moça estava em busca de um namorado, e tratou de dar um jeito para que o neto aparecesse por lá. “Numa visita de Natal, dona Maria Aparecida fingiu que estava passando mal e pediu para me chamarem. Assim que eu a examinei, ela melhorou rapidinho e já foi logo me apresentando ao neto. Do nada, todo mundo saiu do quarto e nos deixou sozinhos conversando. Trocamos números de telefone e, alguns meses depois, começamos a namorar”, conta a enfermeira.

Mas nem tudo são flores em um relacionamento, ainda mais quando é à distância. Ano passado, o casal chegou a se separar, mas sem perder contato. Até que Shis contou ao Lucas que estava indo para Fernando de Noronha, em Pernambuco, e o rapaz apareceu por lá. “Desmarquei um compromisso, descobri o número do voo e fui atrás dela. Escrevi ‘casa comigo’ na areia da praia e ela aceitou na hora!”, conta o romântico biólogo. Este ano, foi a vez do envio da garrafinha. “Chegou uma caixa na minha casa e achei estranho. Quando abri, vi a Coca-Cola! Achei o máximo. É um marco do nosso noivado. Tem um cantinho onde moro que é de nós dois, e a garrafinha fica exposta lá”, conta a noiva, que já está organizando a festa para março de 2019 e ansiosa para quando o rapaz conseguirá transferência do trabalho para voltar a morar em Minas Gerais.

Ei? Quando vamos casar?

Já na capital paulista, Kharin Schwartz, de 28 anos, não nega: usou a garrafinha customizada para fazer pressão mesmo! A mensagem para a veterinária Priscila Ribeiro, 29, com quem namora há pouco mais de um ano, ia direto ao ponto: “Quando vamos casar?”. “Pedi a Pri em casamento na virada do ano, mas ela tinha umas coisas para resolver. Depois que tinha resolvido as pendências, nada de casar… Aí eu decidi dar a garrafinha de presente. Foi aquela brincadeira com fundinho de verdade, sabe?”, conta a analista de tecnologia da informação, que escondeu o presente no apartamento da namorada. “Foi muito engraçado quando ela achou. A minha sogra me apoiou muito, dizendo ‘para de enrolar a menina, filha’”, ela detalha.

E deu certo. O casal já tem até o apartamento onde vai morar a partir do final do ano. “Kharin sempre dizia que eu estava enrolando. Quando vi o presente, morri de rir. Foi muito legal. E agora está oficializado: vamos juntar as escovas de dentes!”, comemora Priscila, que guarda a garrafinha na cômoda do quarto, e ri só de lembrar da surpresa.

Histórias como as da Kharin e do Lucas não são raras. Pelo contrário. Declarações de amor são as principais personalizações nas garrafas de alumínio no e-commerce da Coca-Cola Brasil, incluindo pedidos de casamento e de namoro. Em seguida, estão temas relacionados a família, felicidade e nomes próprios. Muita gente também escolhe a embalagem especial para homenagear as mães e avós. E você? Já pensou para quem pode enviar a sua?

Texto produzido por Colabora Marcas