Embora muito útil para profissionais, o uso de aplicativos para trocas de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, exige cuidados para que não atrapalhe quando deveria ajudar. Veja as dicas do gerente de Recursos Humanos do Instituto Coca-Cola Brasil, Guilherme Oliveira, sobre como usar esse tipo de app de maneira consciente e profissional durante a comunicação num grupo corporativo:

1 – Foco

Apenas assuntos relacionados ao tema do grupo devem ser compartilhados. Piadas, correntes, política, religião e futebol, definitivamente, não têm espaço no WhatsApp corporativo.

2 – Diversidade

Um grupo de pessoas em atividades correlatas fica ainda mais rico quando elas têm diferentes formas de pensar ou agir. Pode haver divergência de opinião, mas nunca se pode ser indelicado ou desrespeitoso. A diversidade é um convite a olhar por outro ângulo, a expandir sua forma de pensar.

3 – Objetividade

Quanto mais membros, maior a necessidade de mensagens objetivas e diretas ao ponto. Procure, por exemplo, enviar mensagens completas em vez de enviar várias frases soltas sobre um assunto. Isso facilita pra quem lê, evita dificuldade de interpretação e não gera uma quantidade exagerada de mensagens.

4 – Mensagens de áudio

A gravação de voz pode ser prática quando o assunto é extenso, mas deve ser usada com muita parcimônia. Afinal, se quem recebeu a mensagem estiver no trabalho e sem fones de ouvido, por exemplo, não poderá ouvir com praticidade.

5 – Credibilidade

Antes de compartilhar conteúdos, verifique se a fonte é confiável, se as informações são fiéis à realidade e se são alinhadas aos seus valores. Nas redes sociais, você é o que você compartilha.

6 – Confidencialidade

Não se esqueça do sigilo e da ética ao divulgar informações sobre a empresa para a qual você trabalha.  Nem tudo pode ser compartilhado.

7 – Horário

Fora do expediente, reflita se o assunto é tão importante assim para ser debatido imediatamente ou se pode esperar. Só entre em contato entre as 22h e 8h se for realmente importante ou urgente. 

Leia mais: RH que inspira: app de mensagens instantâneas ajuda a impulsionar carreira e aumentar produtividade


Texto produzido por Ecoverde Conteúdo Jornalístico