José Roberto Silva hoje é um guardião da floresta amazônica. Mas quem o ouve falar com os olhos brilhando sobre proteção ambiental nem imagina que ele já foi um madeireiro responsável pela derrubada de 23 mil árvores. Já os moradores de comunidades quilombolas isoladas no meio do sertão nordestino, no médio São Francisco, onde as nascentes estão mortas e não chove há sete anos, encontram força e inteligência para criar soluções e abastecer suas casas.

Cinco destinos no planeta água: conheça histórias de brasileiros que trabalham para preservar o bem mais valioso da Terra

Essas são algumas histórias que eu tive o prazer de ver de perto e que você também poderá conhecer no webdocumentário “Terra molhada”, com cinco episódios. A série mostra as diferentes relações de pessoas e comunidades com a água. Cada capítulo faz um ensaio sobre uma parte do ciclo desse recurso: floresta, nuvem, chuva, nascente e rio. O primeiro pode ser conferido aqui abaixo.

Veja mais episódios do documentário “Terra molhada”

O 8º Fórum Mundial da Água acontecerá, entre 18 e 23 de março, em Brasília. Lá, o assunto será analisado e destrinchado por especialistas, empresários e governantes. Mas e nós? Como poderíamos celebrar esse recurso essencial para a vida e, ao mesmo tempo, instigar uma reflexão sobre a necessidade de sua preservação? Apresentar dados alarmantes ou apenas mostrar, de forma institucional, a série de projetos realizados com o apoio da Coca-Cola Brasil parecia insuficiente e, convenhamos, chato.

‘Independentemente da realidade em que vivem, os personagens que eu pude conhecer trabalham para abastecer suas famílias e comunidades em diversas regiões do Brasil’ 

Foi aí que veio a ideia de contar histórias reais, de pessoas que lutam para que suas comunidades tenham acesso ao recurso natural ou para conservá-lo. Contar essas essas jornadas é nossa maneira de prestar homenagem à inventividade e à capacidade humana de gerar soluções para cuidar deste bem tão precioso. Independentemente da realidade em que vivem, os personagens que eu pude conhecer trabalham para abastecer suas famílias e comunidades em diversas regiões do Brasil.

Terra Molhada
Água potável: um bem precioso que líderes lutam para levar a suas comunidades

Gabriel Ghidalevich/ Conspiração Filmes

Uma jornada ‘aquática’ pelo Brasil

O “Terra molhada” foi produzido pela Conspiração Filmes e feito a dezenas de mãos, junto com os parceiros do programa Água+, em cada localidade retratada.

Os episódios foram filmados nos estados do Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Bahia e Pará. Cada um mostra histórias de pessoas de comunidades onde a Coca-Cola Brasil e os parceiros do Água+ realizam projetos — seja para ampliar o acesso e tratamento da água em comunidades que não têm esses recursos ou para conservar e revitalizar bacias hidrográficas.

Nos filmes, estão pessoas que participam projetos realizados em parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (AM); Sisar – Sistema de Integrado de Saneamento Rural (CE); Projeto Saúde e Alegria (PA); Instituto Fábrica de Florestas (BA); e a startup Agrosmart (ES).

Terra Molhada
Em cinco episódios, a série mostra as diferentes relações de pessoas e comunidades com a água

Gabriel Ghidalevich/ Conspiração Filmes

Mas e o que a água tem a ver com a Coca-Cola Brasil?

Bom, esse é o ingrediente primordial de nossas bebidas e também um elemento essencial à vida. Por isso, a Coca-Cola Brasil não poderia deixar esse assunto de lado. A água sempre foi um tema prioritário na agenda de sustentabilidade e investimentos da companhia e do Instituto Coca-Cola Brasil, tanto dentro quanto fora de suas fábricas.

Isso se traduz em ações para aumentar a eficiência e reduzir o consumo de água em fábricas, em projetos de conservação e reposição de bacias hidrográficas e na formação de uma crescente aliança para ampliar o acesso à água em comunidades.

‘Por acreditarmos que podemos dar maior visibilidade aos desafios quanto aos exemplos inspiradores destes heróis e heroínas da água, lançamos o documentário — com a esperança de engajar um número cada vez maior de pessoas, comunidades e parceiros em torno do tema da água no país’

Para além de ser fundamental para a empresa, é essencial para as pessoas, comunidades e a vida no planeta, sendo um recurso que deveria estar acessível a todos, como afirma as Nações Unidas.

Porém, nem mesmo no Brasil, onde está 12% da água doce do planeta, esse recurso é acessível a todos. O país conta com 35 milhões de pessoas sem acesso à água tratada, segundo o Instituto Trata Brasil. Somos a 9º economia do mundo, mas ocupamos a 123º posição no ranking global de saneamento básico. Um país de contrastes.

Temos muitos problemas e desafios mas também muitas pessoas e organizações incríveis comprometidas em superar estes desafios. Essas instituições estão criando, junto às comunidades, modelos e soluções que já dão certo e merecem todo o apoio para que ampliem seu trabalho.

Por acreditarmos que podemos contribuir com as iniciativas; que podemos dar maior visibilidade tanto aos desafios quanto aos exemplos inspiradores destes heróis e heroínas da água, lançamos o "Terra molhada" – com a esperança de engajar um número cada vez maior de pessoas, comunidades e parceiros em torno do tema da água no país.

*Especialista em empreendedorismo social, Rodrigo Brito é gerente de Operações do Instituto Coca-Cola Brasil e coordena o programa Água+ Acesso