Em 1º de julho, pausamos as atividades em todas as plataformas de mídia social em todo o mundo para reavaliar nossas políticas internas e comunicar aos nossos parceiros nossas expectativas de maior responsabilidade e transparência. Em 15 de outubro, voltamos com as atividades no Facebook e no Instagram, redes que uniram-se ao Twitter, YouTube e LinkedIn, já anteriormente reintegradas.

Enquanto continuamos o diálogo com nossos parceiros e a indústria para garantirmos altos padrões de conduta numa visão de longo prazo, acreditamos que houve progresso na maioria das plataformas em relação ao combate contra discursos de ódio e conteúdos nocivos.

Durante a pausa, a The Coca-Cola Company concentrou seus esforços nas seguintes atividades:

1. Política:

Criação de uma Política de Mídia Social com Relação a Atividades de Ódio (Hateful Activity). A política foi compartilhada com todos os nossos parceiros e continua sendo a base para o gerenciamento de atividades de ódio e conteúdos nocivos em plataformas de mídia social.

2. Avaliações:

Avaliações qualitativas e quantitativas de plataformas em relação à nossa política de combate a atividades de ódio e também com relação à expectativa de transparência e governança que deve estar de acordo com os padrões da indústria.

3. Engajamento:

Trabalho de engajamento das plataformas de parceiros, agências globais parceiras e grupos da indústria em um diálogo produtivo para acordar definições, processos de medição e criar um esquema de validação de terceiros sobre resultados das plataformas, para que possamos, coletivamente, nos conduzir em direção a um futuro compartilhado melhor. A The Coca-Cola Company é membro ativo da GARM — Global Alliance for Responsible Media (Aliança Global para Mídia Responsável).

Conheça nossas políticas de marketing responsável e de redes sociais